Você sabe a importância da fachada no seu negócio?

Fachadas de lojas bonitas e bem estruturadas, com cores certas e imagens apropriadas, pode ser responsável por mais de 50% do seu público


Um bom varejista sabe e reconhece a importância de uma fachada de loja atrativa.

E não é novidade que o açougue antigo está desaparecendo e em seu lugar estão surgindo casas de carnes modernas, com alto nível de especialização, ambientação e layout diferenciados. No entanto, se destacar entre tantos comércios não é uma tarefa fácil. Exige muita organização, dedicação e, principalmente, criatividade para chamar a atenção dos consumidores.

A seguir separamos 6 passos para montar uma fachada de casa de carnes e aumentar o fluxo de seus clientes:

1. Elabore um estudo do local

Este é um dos principais pontos que deve ser avaliado antes de iniciar qualquer projeto para a fachada. Considerando o “marketing do ponto de venda”, uma boa localização é muito importante para os pequenos e médios lojistas. Portanto, estude todo o raio que cerca o local da sua loja e observe, principalmente, se há concorrentes na região. Assim, é possível elaborar algo exclusivo e que se destaque em relação aos outros empreendimentos. Uma boa dica para isso é fotografar todo o perímetro e demais arquiteturas de fachadas. Desse modo, você pode analisar cada uma delas para criar uma fachada criativa.

2. Procure saber o que é permitido e o que não é

Muitas cidades brasileiras possuem uma legislação específica para fachada de loja. Inclusive, algumas não permitem letreiros e outros tipos de placas, a fim de diminuir a poluição visual. Por isso, verifique a legislação do seu município e saiba quais são as leis aplicáveis para o seu tipo de estabelecimento. Além de evitar multas, você evita dor de cabeça e desperdício de dinheiro antes de desenvolver qualquer projeto.

3. Entenda o comportamento do seu público-alvo

A melhor maneira de entender o comportamento das pessoas é observando. Por isso, tire sempre um tempinho para verificar a movimentação do bairro ou shopping no qual a sua loja está montada. Observe com atenção como as pessoas olham para o comércio da região e, se possível, converse com alguns consumidores. Pergunte a eles com que frequência costumam observar as fachadas das lojas da vizinhança e quais delas acham mais bonitas. Isso ajudará você a pensar em formas de fazer com que sua loja se destaque perante as outras.

4. Tome cuidado com a poluição visual 

Um dos grandes problemas encontrados por aí são fachadas de lojas muito poluídas visualmente. Isto é, com uma série de elementos, cores muito vivas ou até mesmo excesso de propaganda do próprio estabelecimento. Tudo isso pode fazer com que o cliente se afaste do local. Portanto, tenha sempre em mente que menos é mais. Não é quantidade de informação e sim qualidade de informação que será captada pelo seu consumidor

Por esse motivo, guie-se em estabelecer um conceito, uma paleta de cores e elementos-chave que serão a composição e darão o ritmo necessário para a construção de uma identidade visual condizente.

Um outro ponto de atenção é para fachada suja. Zele por uma fachada limpa e cuidada. O descuido leva a uma imagem depreciativa e te faz perder clientes.

5. Siga as tendências

Combinar a sua loja com conceitos atuais é algo para se levar em consideração. Atualmente, por exemplo, as fachadas apresentam um conceito mais minimalista, prezando por cores menos intensas e tons pastéis em composições que chamam a atenção do potencial cliente. É uma ideia, mas não precisa ser uma regra. Isso porque não será todo o nicho que conseguirá equilibrar minimalismo em tons pastéis com o que comercializa. Mesmo sendo pequenas, as lojas que possuem uma boa fachada e uma boa decoração chamam a atenção de quem está passando pela rua. Uma das primeiras coisas que se deve pensar na hora de começar a fachada é a pintura! Cores chamativas e até mais ousadas podem ser sua principal aliada para atrair clientes.

É necessário entender todos os elementos que compõem a identidade visual e, assim, criar o seu próprio estilo se aproveitando de algumas tendências que mais têm a ver com a mensagem que você quer transmitir.

6. Seja criativo, mas sem exageros


É preciso ter em mente que para montar uma boa fachada de loja não são necessárias grandes mudanças na estrutura física. Você pode, e deve, aproveitar a arquitetura que o lugar já tem, utilizando características do prédio para agregar valor à sua fachada. Agora, se você quer mudar tudo e personalizar o lugar, aí vão duas dicas: seja criativo e pense fora da caixa! Pesquise novos formatos de apresentação para o nome da sua loja, bem como cores e materiais diferenciados para utilizar na produção da fachada e da vitrine*. A única coisa que não pode aqui é deixar a essência do seu negócio de lado. Fique atento a isso e, claro, faça tudo com bom senso.

Quer ver o conteúdo completo? Baixe o e-book e acesse às imagens e dicas do TC.

BAIXAR E-BOOK