Mesa redonda mostra perspectivas de melhores negociações entre pecuaristas e varejistas

Mais um encontro de grande valia ao setor foi promovido pelo Território da Carne na noite de 11 de agosto de 2020. Online e ao vivo, a mesa teve como mediadora a Zootecnista Andréa Mesquita e contou com participação dos pecuaristas Altair Burlamaqui e George Gottheiner e dos empresários Eric Queiroz, Felipe Chidem e Leonardo Albuquerque. Texto escrito por Carla Silva


Motivada por um incômodo do cenário comum da distância existente entre pecuaristas e varejistas no Brasil, Andrea Mesquita promoveu um encontro com três cases de sucesso, de diferentes regiões do país afim de trazer mais visibilidade ao tema. Até o momento de ser retirado do ar, mais de 450 pessoas acessaram o conteúdo e os feedbacks foram extremamente positivos, demonstrando existir ali um território bastante inexplorado.

A abertura da saudável discussão ficou por conta do pecuarista Altair Burlamaqui (@faz.carioca) falando um pouco da sua experiência a frente da propriedade em Castanhal, no Pará, na qual produz animais cruzados (Nelore x Angus) e sobre como conseguiu - ao longo do tempo - obter um produto de qualidade, bastante diferenciado no mercado Paraense.

Segundo o pecuarista, há uma carência por parte do produtor em saber mais informações sobre o gosto do seu consumidor, a busca por parcerias e aprender a valorizar o seu produto, entendendo mais da “porteira para fora”, e assim, realizando uma boa leitura do que o mercado quer.

O segundo convidado da noite, Eric Queiroz (@emporiobovino), empresário, com anos de experiência no mercado de carnes, informou que após visitar a fazenda Carioca, ficou impressionado com a qualidade da carne e o trabalho que por lá é realizado. Revelou, inclusive que desistiu de investir no ramo da produção animal ao perceber a complexidade das operações ali tocadas, decidindo então dominar o varejo de carnes:

"Desisti de investir em fazenda depois de escutar os pecuaristas conversando sobre a complexidade da operação, preferi dominar o varejo, o qual já tinha mais familiaridade e está dando certo!"

Eric trouxe também a importância de se poder cultivar uma parceria onde os dois lados (pecuarista e varejista) se ajudam e se beneficiam de forma produtiva e eficaz desde a fase inicial da produção até fase final, ou seja, a venda ao consumidor.  

O ponto chave da participação da dupla foi a resposta ao questionamento feito pela mediadora: “Qual o principal desafio desse modelo de negócio?”

Eric: “Para mim, o principal desafio é não ficar parado, estar sempre se reinventando, criando uma proposta nova para o nosso cliente.” Altair complementou:

O desafio é diário, agora estamos vivendo um problema de reposição cara, uma reposição escassa, abate de fêmea ao longo dos anos, o dólar alto estimulando a  exportação e o que acontece, é que a gente tem que se reinventar a cada momento, com o desafio de como jogar isso lá na ponta, para que o nosso consumidor consiga pagar (...), sempre digo ao Eric, somos fortes juntos! 

A segunda dupla de convidados atua no mercado de carne premium, na capital financeira do país, São Paulo.

George Gottheiner(@wagyu_bosque_belo), empresário e pecuarista, inicia relatando como surgiu o interesse de seu pai, John George De Carle Gottheiner, pelo gado Wagyu. Com muito aprendizado e vencendo as dificuldades, há 15 anos iniciou a distribuição do seu produto para os principais restaurantes de SP e agora também bastante presente em empórios e butiques. Durante sua fala, nos chamou atenção por tamanho zelo e preocupação com a etapa final da cadeia. Nos contou que, após receber o primeiro contato telefônico de uma dupla de "meninos" buscando seu produto para fazer maturação a seco, só prosseguiu com as negociações após comprovar que o resultado final foi excelente, dando assim, início a mais uma relação de sucesso, o dry-aged de Wagyu, produzido pela The Old Steak!

Felipe Chidem (@theoldsteak), empresário, produtor de Dry-aged (processo de maturação de carnes a seco) conta como iniciou seu negócio há 4 anos. Quando ainda produzia apenas em sua residência, em quantidade reduzida que servia para família e amigos, sempre buscou utilizar uma carne de qualidade. Por fazer sucesso entre os conhecidos, foi impulsionado em dar continuidade, abrindo a loja física no bairro dos Pinheiros, tendo sempre o objetivo de produzir um Dry-aged de excelência e assim. Felipe conta que durante a sua procura por fornecedores de uma matéria prima de qualidade pelo Brasil, falou com dezenas de pessoas e encontrou o George, disposto a negociar, cumprir a palavra e o padrão combinados, dando início a uma parceria que tem rendido excelentes resultados para ambos, com a enorme satisfação através da maturação dos “bifões”, como eles chamam carinhosamente os steaks especiais.

Quando questionados por Andrea se há espaço para o crescimento do mercado premium, onde estes bifões são comercializados a R$150/kg, ambos afirmaram categoricamente que sim!

"A demanda supera a oferta e tem muita gente disposta a desembolsar esta cifra se o produto entregar valor e superar a expectativa do cliente."

Leonardo Albuquerque, o último convidado da noite e sócio proprietário do Mercado do Bairro (@mercadobairropoa) se define como um apaixonado por carne, sendo também empresário que atua no setor da gastronomia e atuando a cerca de 30 anos no mercado da carne. Enfatizou sobre suas dificuldades dentro do setor com o passar dos anos e o início de uma parceria entre produtores e frigoríficos com objetivo de obter uma carne nos padrões de excelência.

Esta busca incessante motivou o início de sua participação em um projeto pioneiro, o qual possibilitou a entrega dos lotes de carne com rastreabilidade (procedência do produtor, município, raça e idade do animal), informações importantes para identificação do produto, referente a bem estar animal, sanidade e qualidade da carne ofertada aos clientes.

Leonardo encerrou sua participação contando sobre as características que abrange a raça Murray Grey, que trabalham em parceria com as cabanhas Guarita e Missioneira, no Rio Grande do Sul. Deixou os convidados e os participantes da mesa redonda ultra curiosos sobre esta novidade e foi intimado a providenciar um lombo deste animal pra gente provar!

“O Brasil é um dos maiores exportadores de carne bovina do mundo, vamos nos juntar para fazer a melhor carne bovina do mundo!”

Finaliza Altair, convidando os colegas da mesa redonda a assumir um compromisso ao vivo.

Quer saber mais sobre as características da raça Murray Grey e outras raças? Então, baixa o app do TC e vem aprender de forma inteligente, divertida e super dinâmica.

Assistiu a mesa e gostou do conteúdo? Deixa aqui seu comentário ou dúvida sobre o tema! Perdeu esta baita oportunidade de aprender mais? Clique aqui para acessar o replay. A pagina sairá do ar novamente às 23h59 do dia 14/08/2020.